• Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone

Cultura do chá, meditação e comportamento

 

Tempo e Espaços...

 

         O tempo mudou, sua sensação é escassa, não se percebe! O fluxo contínuo de estímulos de todas as espécies, juntos e misturados, nos faz perder a capacidade de focar em algo.

          Tudo começa em algum tempo, procure-o, ele é o início de tudo.

          O seu tempo,  inicialmente,  é somente  para  você. Ele deve ser uma pausa no mundo que lhe cerca.

         Analise  o  tempo  no  qual  você está  inserido,  pense, organize-se... Pergunte-se: quanto tempo - e a periodicidade dele - posso ter para uma pausa que seja exclusiva para mim? A resposta para essa pergunta é o começo de tudo.

             O espaço  deve  ser  aquele que você tiver  condições de ter. É claro que queremos que seja muito tranquilo e confortável, mas nem sempre é possível. Mesmo assim, não reclame e acredite: o tempo, atualmente, é o mais difícil!

Toda a ação está inserida no tempo!

         O agradável aroma, o equilíbrio entre o estar desperto e, ao mesmo tempo, calmo fazem do chá um natural convite para um “estar bem”. Ele é um facilitador para a inclusão do caminho da mente consciente.

     O  chá pode  ser  uma  forma  de  meditação , ele se encaixa perfeitamente em uma vida “zen”.

          A seguir, uma simples meditação do chá:

         Faça seu chá, organize o espaço que  você vai usar, sente-se, beba seu chá e, ao final, limpe tudo e organize o ambiente. Faça todas essas etapas com consciência total e apreciação de cada instante. Esses momentos são únicos; faça-os com o coração aberto.

        Não importa como você vai preparar o seu chá ou onde você vai bebê-lo; o que importa é a consciência completa do momento presente. Entregue-se plenamente a todo processo de preparação e consumo do chá.

           Depois do preparo do seu chá, encontre  um lugar agradável  e, se possível, silencioso, para se sentar e beber, mas antes de começar, dê um momento para agradecer a xícara de chá à sua frente. Exprima sua gratidão por todas as coisas que ajudaram a tornar aquele instante uma realidade, aí então sinta o aroma do chá, admire sua cor, imagine o equilíbrio delicado que teve de ser mantido para que o chá passasse de ser uma folha em uma árvore - provavelmente de um outro país - para se tornar a deliciosa xícara de  chá à sua frente.

       Beba seu chá, este é o evento principal. Ele foi preparado, você expressou seu apreço, e agora é hora de bebê-lo.

 
Chá e Meditação
 

A Etiqueta do serviço do chá chinês

          Como é sabido, a China é um país com uma civilização consagrada e uma terra de cerimônia e tradição. A etiqueta do serviço do chá deste país é antiquíssima, tem mais de 3000 anos!

         A China possui uma diversidade muito grande quando se trata do tema Chá. Existem diferenças e peculiaridades que variam muito de acordo com a época, a geografia e a etnia deste grande país. As dicas para servir Chá podem ser muito tradicionais, no entanto, precisamos entender que tal etiqueta em questão também dependerá de cada ocasião. Hoje em dia, as pessoas são mais ocasionais e utilizam (tirei “de”) mais simplicidade no serviço do chá.

         Os chineses sempre servem chá quando recebem visitas. Como um importante meio de etiqueta, o chá desempenha um papel significativo nas relações interpessoais chinesas. Conhecer a etiqueta do chá, ser educado e mostrar respeito ao beber chá numa casa de chá chinesa ou em um ambiente familiar ou informal não só pode refletir a sua boa educação, como também trazer-lhe uma tranquila e agradável sociabilização.

         Servir chá é uma etiqueta comum no dia a dia do povo chinês. É uma maneira de mostrar respeito aos convidados e amigos. Veja algumas regras e dicas muito básicas e simples para que você não “caia” em um erro grosseiro ao receber ou servir o chá chinês:

 
  • Não recuse uma xícara de chá, pois isso é tido como uma ofensa pelos chineses. É preferível aceitar e não beber a recusar a bebida;

  • Não tome o chá imediatamente, de uma só vez. Essa bebida não é água comum; ela pode nutrir seu paladar e mente;

  • Não cuspa o chá da sua boca. Considera-se que a maior grosseria do hóspede ou visitante é cuspir o chá, especialmente na frente de quem o serviu. Essa maneira ruim também pode implicar a provocação para o anfitrião;

  • O chá deve ser servido primeiramente aos mais velhos e professores e, depois, aos demais;

  • O chá não deve ser servido muito cheio em uma xícara (chávena, copo ou caneca), no máximo, 80% da xícara de chá;

  • O Chá não deve ser muito quente, senão os hóspedes podem “queimar” a língua acidentalmente;

  • Se houver mais de dois convidados, a cor do chá deve ser praticamente a mesma.

  • Ao servir refrescos, coloque-os à frente do convidado, e a xícara de chá deve ser colocada ao lado direito dos refrescos;

  • Ao servir chá, segure a xícara na sua mão direita e ofereça do lado direito do convidado, com um sorriso;

  • As mesmas folhas de chá podem servir três ou quatro xícaras. Quando a xícara do convidado está vazia, você pode servir mais chá. É muito comum (não obrigatório), até a saída dos convidados, o anfitrião limpar os utensílios utilizados no preparo do chá.

 

A Cerimônia do Chá

é o espírito e a alma

da cultura do chá e, também,

um estilo de vida.

 

Cerimônia do Chá

          A cerimônia do chá é um ritual que é praticado em vários países do mundo e que tem uma importância considerável em suas sociedades. Em cada lugar, ela pode ter significados diferentes. As cerimônias podem ser um sinal de hospitalidade, respeito, um pedido de desculpas ou, ainda, parte de rito nupcial etc. Em cada situação, o tipo de chá, o local e os utensílios utilizados são específicos.

 

         A história do chá na China é longa e complexa. Os chineses gostam do chá há milênios. Os estudiosos já o usaram como cura para uma variedade de doenças; a nobreza considerava o consumo de um bom chá como uma marca de status; as pessoas comuns simplesmente apreciavam seu sabor etc.

          A evolução da cerimônia do chá reflete o desenvolvimento da cultura do chá na China. No início, principalmente em templos, o chá era, quase que exclusivamente, cultivado e usado como ervas. Os monges usavam chá para mostrar um respeito pela natureza, humildade e uma sensação geral de paz e calma. De fato, o espírito da cerimônia chinesa do chá é descrito como paz, tranquilidade, felicidade e verdade, porém, em algumas outras escolas de pensamento, usam-se os seguintes preceitos: paz, respeito, pureza e harmonia. Os monges sentiram que poderiam exibir conceitos filosóficos por meio do serviço de chá.

         O taoísmo teve uma enorme influência na cerimônia do chá e deu forma a ela, que é uma parte da "maneira natural". Como o Lao Zi (老子) apontou, "o caminho da natureza" sempre existirá, não importa o que o que aconteça. A cerimônia do chá construiu sua conotação espiritual, já que as folhas (tirei “de chá”) têm o mesmo atributo natural com "o caminho da natureza".

        As filosofias subjacentes do confucionismo, do taoísmo e do zen budismo podem ser apreciadas em uma cerimônia de chá chinês, e o seu próspero desenvolvimento na história chinesa pode ser atribuído ao rico e profundo caminho da filosofia e dos pensamentos culturais. Entretanto, hoje, por vezes, não é fácil identificar a exata influência destas “linhas” de pensamento, pois, atualmente, vemos um amálgama dessas escolas (na cerimônia).

         Ao longo do tempo,  as pessoas reconheceram os benefícios do chá para a saúde, mas também seu prazer geral. As cerimônias do chá foram usadas em celebrações imperiais e atualmente elas podem ser vistas tanto em ocasiões formais, como também na vida das pessoas comuns.

          O primeiro registro escrito de cerimônias de chá surgiu durante a dinastia Tang, há mais de 1200 anos. O termo para descrevê-lo foi inicialmente chamado de ChaDao (茶道) ou “o caminho do chá”. Monges japoneses viajando para a China durante esse período aprenderam sobre a cultura do chá e sobre o chá, propriamente dito. Depois de levá-lo de volta ao Japão, influenciados pela cultura japonesa e budista, as cerimônias do chá foram (no Japão) ganhando características próprias.

 
 

Principais Aspectos de uma Cerimônia de Chá Chinês

 

          Há seis aspectos principais que devem ser considerados ao realizar uma cerimônia chinesa de chá.                  Resumidamente, são eles:

Atitude - A pessoa que realiza a cerimônia deve se comportar de forma elegante e confiante.

Seleção de chá - Muitos fatores devem ser levados em consideração ao selecionar o chá. Além do aroma, forma e sabor, seria melhor se o chá tivesse uma história e um nome. Deve-se conhecer bem todos os aspectos deste chá

Seleção de água - O perfil de sabor complexo não seria apreciado se fosse produzido com água de má qualidade. Portanto, selecionar água pura, leve e limpa é crucial.

Seleção de Utensílios - É importante selecionar os utensílios certos para o preparo do chá em questão. Além disso, permita que seus participantes apreciem plenamente tais itens.

Ambiente - Um ambiente tranquilo e calmo deve ser criado em uma sala limpa, confortável e silenciosa. A arte pode ser usada para melhorar a atmosfera global do espaço.

 

Técnica – Não só as habilidades básicas para preparar chá são necessárias, mas também uma maneira harmônica deve ser refletida por meio de movimentos das mãos, expressões faciais e vestuário.

 

Ideias gerais sobre o que é o Wu-Wo

      A cerimônia do chá Wu-Wo é baseada na tradicional cerimônia Gongfu Chá, que remonta a dinastia Ming há mais de 300 e foi modificada pelo Grão Mestre Tsai Rong Tsang em Taiwan, em 1989, para criar uma cerimônia que permitisse que muitos participantes preparassem e servissem o chá juntos.

             Wu (无 wú)  significa “sem” e(我 wǒ) significa “Eu”. Pode-se dizer que  Wo-Wu, em uma tradução livre, significa “vazio de si mesmo”. Não há classificação dos participantes por nível de conhecimento, nacionalidade, religião ou “status” social e não há expectativa de recompensa. A cerimônia ajuda os participantes a desenvolverem uma atitude tolerante e cultiva a cooperação e consideração para com os outros, ao compartilhar uma xícara de chá reconfortante. Cada um leva os seus próprios utensílios para preparar o chá.

As fotografias desse artigo são da Associação Internacional da promoção da cerimônia wuwo.

 

        De preferência (não necessariamente), a cerimônia deve ser realizada ao ar livre. Os participantes posicionam-se em seus lugares, que foram determinados por sorteio, e, em seguida, prepararam e servem “os chás”  para as três pessoas à sua esquerda, reservando uma xícara para si mesmo. Depois de algumas “rodadas” (tirei “são”) servidas, todos reúnem seus pertences e “guardam” (embalam). Após a finalização dessa “etapa”, a cerimônia está completa com a saída silenciosa dos participantes.

As fotografias desse artigo são da Associação Internacional da promoção da cerimônia wuwo.

As fotografias desse artigo são da Associação Internacional da promoção da cerimônia wuwo.

 

Os 7 princípios do Wu-Wo

          A cerimônia do Wu-Wo é baseada em sete princípios que ajudam a experiência fluir sem problemas.

 

  1. Não há distinção de posição, “status” ou classe social. O seu local é determinado por sorteio.                        

  2. Não há expectativas de recompensas. O chá é recebido somente em uma direção .                                           

  3. Mantenha a mente aberta e livre de julgamentos. Aprender a aceitar e apreciar diferentes tipos e estilos de chá.                                                                                                                                                                                   

  4. Adotar uma atitude positiva, esforçando-se constantemente para melhorar a si mesmo. Esforço para preparar o “seu melhor” chá.                                                                                                                                           

  5. Não há diferenças de seitas, religiões ou estilos regionais. A preparação do chá não está vinculada a estilos, fórmulas ou “escolas de chá”.                                                                                                                              

  6. Todos seguem as regras e cronogramas previamente combinados, de forma que nenhum diretor (chefe) seja necessário.                                                                                                                                                                         

  7. Cultivar a cooperação! O silencio é mantido durante a preparação para permitir o cultivo do ritmo do grupo, harmonia e espírito de colaboração para com os outros.

As fotografias desse artigo são da Associação Internacional da promoção da cerimônia wuwo.

 

Em breve ...

Equipamento

Procedimento da Cerimônia de Chá Wu-Wo

Lembretes

Como preparar uma boa xícara de chá na cerimômia Wu-Wo

 

Em breve ...